sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

DIRECTOR DA UCM de LICHINGA EM ENCONTRO COM A ALVD

O Dr. Felipe André Angst, director da Extensão de Lichinga da Universidade Católica de Moçambique, aproveitou a sua passagem pelo nosso país para uma reunião com elementos da Alvd de Lisboa.

Como terão presente, a Biblioteca da UCM de Lichinga tem sido uma das principais beneficiadas com a nossa Campanha de Livros para o Niassa.

Foi muito gratificante ouvir as palavras de agradecimento e de incentivo do seu director.
Não podíamos deixar de as partilhar aqui com quem tem tornado possível a sua concretização e nos tem apoiado.

Assim, referindo que esta recente biblioteca, cujas prateleiras têm sido preenchidas, quase exclusivamente, pelos livros enviados pela Alvd, é já uma referência no Niassa, pôs-nos a par de como têm servido, também, de polo de distribuição de excedentes para bibliotecas da UCM de outras provincías, nomeadamente da Beira e do Gurué.



Da preocupação de que todos os livros sejam distribuidos por bibliotecas universitárias ou escolares e não para bibliotecas particulares, de modo a que o maior número de pessoas possam usufruir dos mesmos.

De como, mesmo os livros que podíamos julgar menos importantes têm sido relevantes, como por exemplo o caso dos livros da área de Medicina que foram orientados para a UCM de Cuamba onde se pretendia introduzir a Licenciatura em Administração e Gestão Hospitalar, e que, pela sua elevada qualidade e actualidade, facilitaram o processo de aprovação da mesma.


De como não imaginamos a repercussão positiva que esta Campanha tem tido na vida dos jovens da província do Niassa.

Ficou no ar a expectativa de para quando se poderá concretizar o envio do próximo contentor e a lista de necessidades que se vai alargando, não só pelos novos cursos que vão sendo implantados, mas também pelo alargar geográfico da distribuição destes livros.

Deixamos aqui mais uma vez o link para esta campanha (http://alvd2010-2020.blogspot.pt/p/apoios.html)  e apelamos a cada um de vós que continue a colaborar que nos ajudem a divulgá-la.
Há muitos jovens a contar com estes livros e muitas prateleiras à espera dos livros que, por cá, já não nos fazem assim tanta falta.




Sem comentários:

Publicar um comentário