domingo, 27 de junho de 2010

Crónicas de Moçambique: Dois momentos em Quelimane

O P. Bellini teve que ir hoje substituir o pároco, celebrando a eucaristia na capela de Nª Sª do Rosário.

Como eu e a Maria Arbona gostaríamos de participar numa eucaristia de uma comunidade cristã, lá arrancámos às 7.00h da manhã para a referida capela.
Estando o P. Bellini um pouco rouco, pediu-me para presidir à eucaristia.

Preparei uns comentários às leituras do XIII domingo comum. Antes de sairmos, soubemos que aqui em Moçambique celebra-se hoje na liturgia a festa de S. Pedro e S. Paulo. Lá dei uma vista de olhos às leituras dos dois grandes pilares da Igreja.

Quando lá chegámos, disseram que era bom celebrar a festa de S. João Baptista. Nem olhei para as leituras, esperando uma próxima alteração.

A capela encheu de repente. Como é habitual aqui em África, a eucaristia é muito animada com cantos e danças. A Maria Arbona estava impressionada com tamanha vivacidade.

.


Para não defraudar ninguém, na homilia referi-me a S. João Baptista, a S. Pedro e a S. Paulo.

Nos avisos, lá dizia um que o Conselho de Ministros dos Jovens da paróquia tinha decidido algumas medidas. Também apresentou logo o resultado do peditório da missa que rendeu 359,50 meticais. Impressionante a eficácia.

Apresentou uma senhora que era encarregada de resolver os problemas. Por isso, dizia ele que não convinha levar fofoca para outras comunidades cristãs.

Na apresentação de vários grupos, apareceu também o movimento da Família do Coração de Jesus, ligado aos Dehonianos. Alguém referia que estes movimentos o que gostam é de fardas.

Da parte da tarde, foi interessante a visita que fizemos à biblioteca da PMO, coordenada neste momento pela italiana Grazia. Apresentam vários cursos e assistem a mais de 150 leitores diários na biblioteca.

Por hoje é tudo
Quelimane, 27 de Junho de 2010

Adérito Gomes Barbosa, scj

Sem comentários:

Publicar um comentário