quinta-feira, 19 de março de 2015

NIASSA NO TEMPO DAS CHUVAS

Estes meses desde Janeiro foram marcados pelas grandes e intensas chuvas africanas, que me deixaram bastante impressionado.



Tive uma experiência de três semanas numa local bastante diferente, desta vez em Entre-Lagos, na missão das Irmãs da Divina Providência. Fui com o propósito de dar apoio informático, contudo este ano as chuvas provocaram grandes estragos, levando a que, principalmente, o norte de Moçambique ficasse sem eletricidade por longos períodos. Em Fevereiro chegou-se a uma resolução provisória, mas a definitiva só está prevista para Julho. Assim, o apoio informático que estava previsto dar em Entre-Lagos ficou comprometido, pois não houve electricidade durante o período que lá estive.
Fiquei muito impressionado com estes meses de chuvas, pois nunca imaginei os estragos que elas traziam consigo, vi casas caídas, os cultivos das machambas completamente estragados, hospitais lotados e fome devido à falta de alimentos pois as machambas não produziam e as estradas também sofreram grandes estragos dificultando a circulação de pessoas e de bens.



Mas toda essa vivência tem-me proporcionado uma experiência única, viver coisas que nunca imaginei viver, conhecer pessoas formidáveis e todo dia, que passa a voar, é uma nova lição com o povo de cá e com aqueles com quem lido diariamente.


Sinto que esta missão me transformou numa nova pessoa, abriu-me horizontes e espero poder repetir novamente uma nova missão seja ela onde for.

Paulo Lima

Sem comentários:

Publicar um comentário