segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

MENSAGEM DA EQUIPA COORDENADORA EUROPEIA À FAMÍLIA DEHONIANA

1. PARTICIPANTES
O primeiro encontro alargado da coordenação europeia da Família Dehoniana decorreu em Foligno (Itália) de 18 a 20 janeiro de 2013, com os representantes da Família Dehoniana da Europa.

Estiveram presentes
- os Conselheiros Gerais da Congregação scj, Pe Cláudio Weber (responsável pela Familia Dehoniana), Pe John den Hengel (responsável pela Europa). O Pe Fernando Fonseca esteve como secretário e coordenador da animação litúrgica do encontro e membro do grupo coordenador do iter formativo.

- pelas Províncias scj, como religiosos delegados: P. Adérito Barbosa (Portugal), P. Ramón Dominguez (Espanha), P. André Perroux (EUF), P. Bruno Pilati (Itália do Norte), P. Vincenzo Martino (Itália do Sul), P. Józef Gawel (Polónia) e P. Frans Voss (Finlândia). Não puderam estar presentes os delegados da Inglaterra, da Alemanha e da Holanda.

- pelas consagradas: A Anna Maria representou o Instituto Secular da Companhia Missionária. Estiveram presentes ainda duas consagradas da Itália do Sul (Paola e Franca).

Não pode estar presente a delegada do Instituto das Missionárias do Amor Misericordioso do Coração de Jesus, existente só em Portugal.

- pelos leigos: Emília Meireles (Portugal) e Mari Carmen (Espanha). Não pode estar presente Donatella Martelli (Itália do Norte).


2. OS DEHON HOJE
O Pe Perroux apresentou-nos o tema sobre a família dos Dehon hoje, numa perspetiva genealógica dos Dehon desde a Idade Média até hoje.

Não esqueceu de sublinhar a importância da família, nomeadamente, os pais e a avó paterna no desenvolvimento humano e espiritual do Pe Dehon.

Em 2005, reuniram em Roma 105 descendentes dos Dehon. Ainda hoje, os Dehon em França, sentem-se orgulhosos do seu Padre Dehon.


3. PARTILHA DE EXPERIÊNCIAS DA FAMÍLIA DEHONIANA A PARTIR DE CADA PAÍS

Cada grupo apresentou o que se faz de concreto a partir da espiritualidade dehoniana: os leigos, as consagradas e os religiosos dehonianos.

Fez-se referência à Carta de Comunhão e à proposta de vida dos leigos dehonianos.

 A Família Dehoniana, entendida como o conjunto dos diversos componentes (Scj, Consagrados e Leigos) que se inspiram no projeto espiritual do Pe. Dehon, como resposta à vocação pessoal e missão na Igreja, é hoje uma realidade. (Carta de Comunhão, nº 1).

O Fundador tem o dom particular de perceber a dimensão do carisma, de vivê-lo em primeiro lugar, de propô-lo à Igreja como "Projeto de vida evangélica" que vai além das fronteiras do Instituto que ele funda.

Neste sentido, o Fundador é um verdadeiro "pai espiritual", mesmo quando o carisma, prolongando-se no tempo, se transmite e se exprime em novas formas, que não foram percetíveis até ao presente; formas que depois foram reconhecidas como autênticas e aprovadas pela Igreja. (Carta de Comunhão, nº 5).


4. ITINERÁRIO FORMATIVO PARA OS LEIGOS  ADULTOS DEHONIANOS

Antes de mais, a Espiritualidade Dehoniana caracteriza-se por alguns elementos fundamentais:
a. a centralidade do mistério do Coração de Cristo, como amor que atinge os homens e que revela o amor do Pai - amor esse rejeitado pelo pecado;

b.  a participação na oblação de Cristo na Eucaristia celebrada e adorada, partilhando os sentimentos pelo Pai e pelos homens, cooperando na construção da civilização do amor;

c.       a aceitação da Virgem Maria como modelo de disponibilidade na fé;

d. o "sentir com a Igreja", o partilhar a paixão pelo anúncio do Evangelho, o empenho pela justiça, pela verdade, pela solidariedade, pela cultura...

e. o ser profetas do amor e servidores da reconciliação, atentos aos apelos da humanidade (promoção da dignidade humana, da paz, da fraternidade universal).

Tudo isto se concretiza num estilo de vida pessoal, caracterizado pela união com Cristo e pelo atento e cordial acolhimento das pessoas, por uma plena inserção na realidade do próprio contexto em que estamos inseridos e na história humana. Orienta a missão da Igreja com acentuação privilegiada no anúncio do amor de um Deus misericordioso e compassivo e no testemunho do amor e da ternura de Deus, que se manifestam no coração humano de Cristo. Recorre a sinais visíveis, como a adoração eucarística e a oblação reparadora, o culto ao Coração de Jesus, a memória do Pe. Dehon... por meio dos quais manifesta a sua identidade. (Carta de Comunhão, nº 11).

Neste sentido do projeto, o P. Claudio Weber, conselheiro geral, responsável pela Família Dehoniana, apresentou aos delegados da Europa a proposta do Itinerário formativo para os Leigos Dehonianos Adultos:
Fase inicial: criar “Familiaridade com a vida dehoniana”, e pode ir de alguns meses a um ano.

Fase de aprofundamento, está dividida em três anos:
 Primeiro ano: “Encontrar Jesus Cristo com o P. Dehon”; tem como conteúdo a relação do P. Dehon com Jesus Cristo;

 Segundo ano: “O caminho do P. Dehon”; tem como conteúdo a vocação e a comunhão do P. Dehon na Igreja;

 Terceiro ano: “Para a vida do mundo”; tem como conteúdo o apostolado e a dimensão social do P. Dehon.

Fase da Formação Permanente, quer proporcionar conteúdos para a perseverança no compromisso assumido como Leigo Dehoniano. Alguns destes conteúdos poderão ser propostos novamente com ulteriores aprofundamentos. (Cf. Itinerário Formativo).

Os grupos de trabalho e a partilha ajudaram a encontrar uma orientação comum e a sintonizar melhor no modo como elaborar o itinerário formativo.

5. ESCOLHA DO GRUPO COORDENADOR DA FAMÍLIA DEHONIANA DA EUROPA

Foram escolhidas as pessoas do grupo coordenador:
voz dos scj: p. Adérito Gomes Barbosa (Portugal) e p. Bruno Pilati (Itália)

voz das consagradas: Anna Maria Berta (Companhia Missionária) e Paola (Itália),

voz dos leigos: Cármen Portals Gòmez (Espanha) e Donatella Martelli (Itália)

O P. Adérito Barbosa foi eleito, pelo grupo, como coordenador do coordenamento europeu.

O grupo coordenador da Família Dehoniana da Europa: 
• É um instrumento de coordenação ao serviço do caminho da Família Dehoniana na Europa;

• É formado por representantes das várias vozes;

• As vozes deveriam ter uma vida-organização própria e sentir-se ao mesmo nível na dignidade e na responsabilidade nos encontros de coordenação;

Como um diretor do coro, o grupo coordenador europeu da Família Dehoniana escuta as várias presenças da Família Dehoniana, coordena, informa, relaciona, sustém, confirma ou ajuda a esclarecer; procura encorajar e rever o que for necessário. A internacionalidade pode ajudar a presença local.

O grupo deverá promover a comunhão, a comunicação, e a partilha dos materiais formativos e subsídios.



6. PERSPETIVAS
Em 2014, está previsto uma reflexão a partir da Administração Geral da Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus sobre a partilha do carisma na família dehoniana; após a Páscoa de 2014, poderia fazer-se um encontro internacional no qual deveriam participar os convocados destes dias em Foligno (aos quais chamamos coordenamento europeu alargado da família dehoniana). Nessa ocasião, poderá aproveitar-se para realizar um encontro de coordenamento europeu alargado, segundo uma agenda de trabalho preparada pela equipa de coordenação da família dehoniana da Europa.


7. MISSÃO DEHONIANA
Condividimos o que diz a Carta de Comunhão da Família Dehoniana.

A missão Dehoniana exige:
a.  “instaurar o Reino do Coração de Jesus nas almas e na sociedade”, animados e estimulados pela nossa espiritualidade característica;

b. colaborar na instauração desse Reino com a oração e com o empenho concreto em favor das pessoas, da Igreja, da sociedade, no âmbito da Igreja local;

c. estar aberto a eventuais colaborações pastorais com os outros componentes da Família Dehoniana.
A missão Dehoniana está aberta a 'concretizações' diversificadas e não se identifica exclusivamente com uma única atividade apostólica (Carta de Comunhão, nº 12).
Assim, animada pelo Espírito, a Família Dehoniana é chamada a viver esta herança na vida quotidiana, segundo o próprio estado de vida, com empenhos concretos, pessoais e comunitários, espirituais e sociais. (Carta de Comunhão, nº 13).

O coordenador
P. Adérito Gomes Barbosa, scj
Roma, 25 de Janeiro de 2013

Sem comentários:

Publicar um comentário